Benefícios de ser contador autônomo

Escolher se tornar um contador autônomo é uma interessante opção para diversos profissionais da área contábil, como os que acabaram de se formar. Além disso, aqueles que buscam por oportunidades no mercado de trabalho para atuar de uma maneira mais flexível, tendo com isso maior liberdade e autonomia. Entretanto sem ser subordinado, entre outras vantagens.

Contador Autônomo

Contudo, antes de ter a certeza de que essa é a melhor opção, é importante considerar diversos fatores no que diz respeito a essa maneira de atuar. Portanto prestar serviços no segmento e suas vantagens para a carreira profissional.

Contador autônomo

É comum vermos contadores trabalhando no escritório de uma empresa como autônomos, ou seja, com contrato, em vez de terem registro em carteira de trabalho.

Geralmente, esse tipo de profissional consegue realizar melhor as suas tarefas quando tem autonomia. Sendo assim, fica livre de subordinações e hierarquias. Portanto opção é comum entre aqueles que não querem ter vínculo empregatício. Porém ainda não podem se tornar administradores de uma empresa própria.

Vantagens

Quando atua de forma autônoma, como qualquer outro profissional, o contador não tem vínculo empregatício com a empresa — ou com as diversas empresas — para a qual presta serviço. Portanto isso significa que ele não é subordinado, nem está sujeito a dedicar um número exato de horas diárias às atividades que precisa fazer.

Assim, o próprio contador tem liberdade para determinar os dias e horas que vai executar os serviços que a empresa contratou. Além disso, o trabalho não precisa, necessariamente, ser alocado na empresa contratante: o profissional também tem flexibilidade na escolha do local de onde vai trabalhar.

Entretanto outra vantagem é poder contar com um substituto caso tenha algum contratempo, desde que seja alguém igualmente capacitado para fazer a atividade enquanto ele estiver impossibilitado.

Ausência de hierarquia

Um contador autônomo não recebe delegações de um chefe. Isso não quer dizer que ter um chefe é ruim, mas é certo que não ter corresponde a dispor de mais autonomia para administrar a própria carreira, o que é desejado por muitos profissionais. No entanto, é preciso ser disciplinado para cumprir com todos os compromissos assumidos.

Definição da jornada de trabalho

Quando o profissional atua de maneira autônoma, não tem vínculo empregatício com nenhum tipo de empresa. Portanto isso significa que ele não é subordinando e nem está submetido a se dedicar durante um número estabelecido de horas diárias às tarefas que precisa desenvolver.

Dessa forma, o próprio contador tem liberdade para estipular os dias e horas que vai usar para realizar os serviços contratados por seus clientes. Além disso, tem flexibilidade na escolha de qual será o local onde vai trabalhar o que é um grande atrativo para diversos contadores.

Tributação

O trabalhador autônomo não é obrigado a emitir nota, nem a ter um CNPJ para receber os seus pagamentos.

Ele pode receber por meio de RPA (recibo de pagamento para autônomo), e esse pagamento sofrerá os devidos descontos.

Caso o serviço seja prestado a uma empresa, ela se encarrega desses descontos. Portanto já se for prestado a uma pessoa física, é o próprio profissional autônomo que deve fazer as devidas contribuições tributárias.

Continue seguindo nosso blog e sempre se mantenha informado. Precisando de Assessoria Contábil? Nos procure, teremos o maior prazer em ajudá-lo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
WhatsApp chat