Aprenda a evitar erros contábeis

Aprenda a evitar erros contábeis

Erros contábeis são os grandes vilões de qualquer empresa.

Acontecendo por erro humano, desorganização ou falta de conhecimento sobre a lei, uma possível penalidade pode custar caro à empresa. Aprenda a evitar erros contábeis aqui!

Abaixo vamos listar alguns desses erros, dessa maneira você poderá conhecer e acertar seu planejamento contábil.

Confira:

Falta de organização

Um dos principais erros contábeis é a falta de organização na companhia. Esquecer de registrar uma informação ou fazer o lançamento de uma nota de maneira incorreta, pode trazer sérias penalidades por parte do Fisco.

Devido a essa desorganização, o empreendedor pode se esquecer de pagar, alguma conta extremamente essencial para a empresa e com isso, gerar o pagamento de juros de maneira desnecessária.

O mesmo vale se sua empresa tiver uma assessoria contábil desorganizada, isso fará com sua empresa perca muitos prazos para entregas de declarações, por exemplo.

Por isso é sempre indicado buscar uma assessoria contábil de qualidade para que você aprenda a evitar erros contábeis.

A fim de evitar tais punições por desorganização, é sempre recomendável que sua documentação esteja separada corretamente (por prazos).

Isso pode ser feito utilizando programas de gestão. Esses programas lembram o empreendedor dos vencimentos e prazos.

Procure conhecer também a tecnologia de armazenamento em nuvem, e com isso, evitando um grande acúmulo de papeis.

Outra vantagem é que seus dados ficam salvos em servidores modernos, por isso o risco de perder algum documento é praticamente nulo.

Treine sua equipe para que a organização seja uma marca da companhia, como dica, escolha um determinado dia do mês apenas para separar e documentar seus papéis.

Falta de conhecimento da lei

 As leis em nosso país estão sempre em constante evolução, e por isso é essencial estar empresa atualizado.

Uma nova regra para emitir notas fiscais, por exemplo, pode surgir de um mês para ou outro. Devido a isso o gestor da empresa e a contabilidade, precisam ficar atentos, pois caso algum documento seja emitido de maneira incorreta, à empresa “ganhará” uma punição.

Sendo assim, a melhor maneira de se evitar tal situação é sempre buscar a atualização que você entenda e aprenda a evitar erros contábeis.

O conhecimento precisa estar alinhado, seja através de estudos ou programas que sejam atualizados sempre com as novidades legais.

Por isso, também indicamos sempre buscar uma assessoria contábil de qualidade, os contadores estarão sempre atualizados, assim como terão softwares pagos (e também atualizados).

 

Tarefas em demasia

 Algo muito comum nas empresas é se deparar com funcionários que trabalham sempre no limite das suas tarefas.

Isso pode acontecer devido a 2 motivos: passar tarefas demais a um mesmo funcionário ou até mesmo, funcionários que postergam o início das tarefas (a famosa procrastinação).

Infelizmente, o estresse acaba sendo um ponto em comum a toda a equipe, o que pode provocar erros e atrasos (se transformando num círculo vicioso de penalidades).

Sendo assim, é de extrema importância definir o cronograma de tarefas, a fim de evitar tal situação.

Dessa maneira o colaborador terá uma rotina de tarefas a cada dia, e assim, evitar que trabalho se acumule perto do prazo.

Agindo dessa maneira, os erros da sua empresa e até mesmo o desgaste físico/mental serão reduzidos, evitando assim penalidades.

 

Não utilizar o Princípio da Entidade

A maioria dos micro e pequenos empresários, que são administradores do próprio negócio, não colocam em prática o Princípio da Entidade, misturando as contas pessoais e empresariais.

Muitas vezes, desconhecem a importância desse princípio contábil, porém ao fazer isso, o empresário esta prejudicando tanto sua empresa, quanto sua vida pessoal.

Se o gestor empresta recursos pessoais para serem utilizados na empresa, então é criada uma conta de empréstimo no balanço. Isso precisa ser documentado, assim como pago, de acordo com os termos do contrato.

Na via inversa, quando a empresa empresta recursos para o empreendedor, também se gera uma obrigação de pagar por parte do gestor.

Isso impacta em várias coisas, inclusive no Imposto de Renda (pessoa física) do gestor. Afinal essas movimentações precisam ser declaradas.

Sempre estude de maneira adequada essas situações de empréstimos, assim como também é preciso documentar tudo de maneira correta.

Distribuir os lucros de maneira correta é uma alternativa legal para evitar penalidades.

A saúde financeira de sua empresa é algo que deve ser considerado em primeiro plano, por isso é fundamental planejamento tributário.

Procure nossos artigos para mais informações e também conte com nosso serviço de assessoria contábil!

Deixe uma resposta

Fechar Menu
WhatsApp chat